Veja agora no Portal Rural Centro: 
Acesse aqui!
Esqueci minha senha...
Você está vendo uma oferta do fornecedor VETMAIS AGROPECUARIA

Descrição da oferta (ver detalhes abaixo)

ABATHOR
Ver mais fotos...

  Preços válidos para todo Mato Grosso do Sul.

- Nome e apresentação..: 

ABATHOR

- Fabricante.: 

Tortuga

19137 visualizações. 

Envie uma mensagem para o fornecedor VETMAIS AGROPECUARIA

Nome:
 
Seu e-mail:
 
Confirme o e-mail:
 
Telefone:
 
Mensagem:

Detalhes do produto

 Solução injetável, pronta para uso, para tratamento e/ao controle dos parasitas internos e externos dos bovinos.

Fórmula (em 100 mL de produto):
Abamectina.......................................................................................1,00 g
Veículo q.s.p..............................................................................100,00 mL

Informações técnicas:
ABATHOR é um antiparasitário injetável para bovinos . A dose única de baixo volume proporciona um controle eficaz dos parasitas que afetam a saúde e o rendimento dos bovinos. Possui amplo espectro de ação com elevada margem de segurança.
A abamectina deriva das avermectinas, grupo de agentes antiparasitários muito ativos e de amplo espectro, isolados das fermentações de fungos habitantes do solo Streptomyces avermitilis.

Modo de ação:
A família das avermectinas da qual o princípio ativo do ABATHOR é membro, atua sobre nematódeos parasitários (vermes redondos) e artrópodos. Esta ação é exclusiva dos agentes antiparasitários da classe das avermectinas e envolve um composto químico neurotransmissor, denominado ácido gama aminobutírico ou GABA.
Em vermes redondos a abamectina estimula a liberação de GABA das terminações nervosas e intensifica as uniões do GABA a receptores especiais localizados nas junções nervosas, interrompendo, desta maneira, os impulsos nervosos paralisando e matando o parasita. A intensificação do efeito GABA em artrópodes tais como ácaros, é semelhante a que ocorre em vermes redondos exceto pelo fato de que os impulsos nervosos se interrompem entre as terminações nervosas e as células dos músculos. Uma vez mais, esta ação conduz à paralisia e a morte. A abamectina não atua contra fascíolas e tênias, uma vez que estes parasitas não possuem o GABA como transmissor de impulsos nervosos. As doses recomendadas são seguras para os bovinos. 
O neurotransmissor periférico principal em mamíferos, a acetilcolina, não é afetada pela abamectina. Nos mamíferos, a abamectina não chega a atuar no sistema nervoso central onde o GABA funciona como neurotransmissor.

Indicações:
Para tratamento e controle das verminoses gastrintestinais e pulmonares dos bovinos. Tratamento e/ou controle do berne, da sarna, do piolho e do carrapato dos bovinos.

Vermes gastrintestinais: Ostertagia ostertagi (adultos e larvas do 4º estágio, inclusive larvas com desenvolvimento inibido.), Ostertagia Iyrata (adultos e larvas do 4º estágio),Haemonchus placei (adultos e larvas do 4º estágio), Trichostrongylus axei (adultos e larvas do 4º estágio), Trichostrongylus colubriformis (adultos e larvas do 4º estágio), Cooperia oncophora (adultos e larvas do 4º estágio), Cooperia punctata (adultos e larvas do 4º estágio),Cooperia pectinata (adultos e larvas do 4º estágio) Cooperia spp. (adultos e larvas do e 4º estágio), Bunostomum phlebotomum (adultos e larvas do 3º e 4º estágios) Oesophagostomum radiatum (adultos e larvas do 4º estágio), Nematodirus helvetianus (adultos), Nematodirus spathiger (adultos), Strongyloides papillosus (adultos), Toxocara vitulorum (adultos), Chabertia ovina (adultos), Mecistocirrus digitatus (adultos), Trichuris spp. (adultos). Outros nematódeos:Parafilaria bovicola (adultos).

Vermes pulmonaresDictyocaulus viviparus (adultos e larvas do 4º estágio).

Bernes: larvas de Dermatobia hominisHypoderma spp.

PiolhosHaematopinus eurytermusLinognathus vituliSolenoptes capillatus, Damalinia bovis(*).

ÁcarosPsoroptes ovis, P. communis var. bovis, Sarcoptes scabiei var. bovis, Chorioptes bovis (*).

Carrapatos: Boophilus microplus (*)
(*) Auxilia o controle destes parasitas quando usado como parte de um programa contínuo.

Posologia:
Injeção subcutânea na dose de 1 mL para 50 kg de peso corpóreo (correspondendo a 200 µg de abamectina/kg de peso corpóreo). A aplicação deve ser subcutânea (sob a pele solta) na frente ou atrás da paleta.

Faixa de peso (kg)

Volume da dose (mL)

Faixa de peso (kg)

Volume da dose (mL)

150

3

400

8

200

4

450

9

250

5

500

10

300

6

550

11

350

7

600(*)

12

(*) Acima de 600 kg, manter a mesma dosagem de 1 mL para cada 50 kg de peso corpóreo. Doses maiores de 10 mL, dividir a aplicação em 2 ou mais locais.

Cuidados na Administração:
Como em qualquer injeção, usar equipamento estéril e obedecer as normas de assepsia. 
ABATHOR não deve ser aplicado pelas vias endovenosa ou intramuscular.

Período de carência :
* Bovinos destinados ao consumo humano, suspender, o tratamento 35 dias antes do abate.
* Não usar em fêmeas lactantes, cujo o leite se destina ao consumo humano .

Precauções e restrições de uso:
*Não aplicar em animais com menos de 150 kg de peso.
*Não tratar animais debilitados ou muito estressados.
*ABATHOR previne o desenvolvimento de bicheiras causadas pela larva de Cochliomyia hominivorax. Bezerros já infestados pela bicheira devem ser tratados com matabicheira tópico específico.
* Evitar fumar ou alimentar-se durante o manuseio.
* Lavar as mãos após o manuseio.
*Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças e dos animais domésticos.
*Guardar as embalagens fechadas, em local seco, fresco e ao abrigo dos raios solares.

Venda sob prescrição e aplicação sob orientação do médico veterinário.

Licenciado no Ministério da Agricultura sob nº 5.155 em 27/06/1995.

Apresentação:
Frascos-ampola com 500 mL e 1L.

Validade do Produto: 
3 (três) anos após a data de fabricação.

"A Rural Centro Ltda não se responsabiliza pelas informações contidas neste anúncio."

"Informações de responsabilidade do anunciante."