Veja agora no Portal Rural Centro: 
Acesse aqui!
Esqueci minha senha...
Você está vendo uma oferta do fornecedor PRÓ-RURAL PRODUTOS AGROPECUÁRIOS LTDA

Envie uma mensagem para o fornecedor PRÓ-RURAL PRODUTOS AGROPECUÁRIOS LTDA

Nome:
 
Seu e-mail:
 
Confirme o e-mail:
 
Telefone:
 
Mensagem:

Detalhes do produto

Fórmula:

Cada 100 mL contém: Ivermectina .......................................................... 1 g Veículo q.s.p. ...................................................... 100mL Indicações: MEGAMECTIN é indicado para bovinos, no tratamento e controle das principais endo e ectoparasitoses de importância econômica.

Verminoses gastrintestinais causadas por formas adultas e larvares (4º estágio) de Haemonchus spp, Trichostrongylus spp, Ostertagia spp. (inclusive larvas com desenvolvimento inibido ou hipobióticas), Cooperia spp, Oesophagostomum spp, Nematodirus spp, Strongyloides spp, Bunostomum spp, e Trichuris spp. Verminoses pulmonares causadas por fases adultas e larvas de 4º estágio de Dictyocaulus spp. Infestações por bernes: nódulos subcutâneos causados por larva de Dermatobia hominis. Infestações por piolhos (Linognatus spp, Haematopinus spp, Solenopotes spp, e Damalinia spp*), e ácaros da sarna (Psoroptes ovis var. bovis, Chorioptes bovis*) quando usado como parte de um programa contínuo. * indicação em tratamento auxiliar.

Como auxiliar no controle dos carrapatos dos bovinos (Boophilus microplus), quando usado como parte de um programa contínuo. Neste caso, os resultados atingem o grau máximo a partir do 4º ou 5º dia após o tratamento. Como preventivo do desenvolvimento de bicheiras causadas por larvas de Cochliomyia hominivorax no umbigo dos recém-nascidos (quando tratados dentro de 24 horas do nascimento) e das feridas de castração (quando tratados logo após a cirurgia).

Recomenda-se examinar os animais diariamente até a cicatrização, fazendo uso de um larvicida tópico específico, caso necessário. Dosagem: Administrar 1 mL para cada 50 kg de massa corporal, ou seja, 0,2 mg de Ivermectina por kg. O tratamento consiste em uma só dose. O prazo para repetição do tratamento vai variar conforme o aparecimento de reinfestação e ficará a critério exclusivo do Médico Veterinário. Administração: Administrar através de injeção subcutânea, sob a pele solta na frente ou atrás da paleta, utilizando agulha calibre 16, com comprimento de 15 a 20 mm.

Precauções: SEGURANÇA: O produto é seguro quando obedecidas as condições de uso especificadas.

Respeitar sempre a dosagem recomendada na bula. De um modo geral, a Ivermectina tem uma margem de segurança de, pelo menos, 10 vezes a dose terapêutica, ou seja, atingindo 2,0 mg/kg. - Administrar sempre por via subcutânea, nunca por via intramuscular ou intravenosa. - Usar somente seringas e agulhas esterilizadas através de fervura em água, durante 10 minutos ou mais; jamais usar produtos químicos (desinfetante ou detergente) para limpar seringas e agulhas. - Desinfetar o local da injeção, usando álcool. - Em áreas onde for registrada uma grande incidência de infecções por bactérias do gênero Clostridium, recomenda-se a vacinação dos bovinos, como forma de prevenção, quando da utilização de produtos injetáveis. - Não fumar ou comer durante o manuseio do produto e lavar as mãos após trabalhar com o mesmo. - Manter o produto em sua embalagem original, fechada, em local seco e fresco, ao abrigo dos raios solares e fora do alcance de crianças e animais domésticos. - Embalagens vazias e restos de produto deverão ser enterrados ou queimados, evitando contaminar a água. O produto pode afetar peixes e alguns organismos aquáticos. - Quando administrado de acordo com as recomendações da bula, o produto é seguro, sendo considerado de toxicidade quase nula. Porém, os sinais de sobredosagem em animais são incoordenação motora, paralisia, coma, podendo até mesmo advir a morte. O tratamento é sintomático.

Reação local: Eventualmente, poderá ocorrer algum desconforto transitório, causado por edema dos tecidos moles no ponto da injeção, desaparecendo espontaneamente, sem qualquer tratamento.

CONTRA-INDICAÇÕES: Não tratar vacas produtoras de leite em idade de reprodução. PERÍODO DE CARÊNCIA Carne: Não tratar os animais 28 dias antes do abate. Não administrar em fêmeas leiteiras lactantes. Venda sob prescrição e aplicação sob orientação do Médico Veterinário.

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: Nº 6.510 em 09/09/98 Responsável Técnico: Victor Walzberg - CRMV: SP 6392

"A Rural Centro Ltda não se responsabiliza pelas informações contidas neste anúncio."

"Informações de responsabilidade do anunciante."