Enterex  Vetnil

Enterex Vetnil

 

 

Não há fornecedor deste produto na Rural Centro.


Clique aqui e veja outros produtos desta mesma categoria.

 
 

 

Você vende este produto?


Aproveite a oportunidade e seja o primeiro a anunciá-lo na Rural Centro!

 
 

Detalhes do produto

 ENTEREX

ADSORVENTES DE TOXINAS E VENENOS PRESENTES NO TRATO GASTROINTESTINAL

FÓRMULA:
Cada 100 g contém:
Carvão Ativado.............40 g
Zeolita..........................40 g
Caolim..........................10 g
Pectina.........................10 g

INDICAÇÕES DE USO:
Enterex está indicado como adsorvente de toxinas e venenos, presentes no trato gastrintestinal de eqüídeos, bovinos, bubalinos, caprinos, ovinos e suínos, nos casos de envenenamentos, intoxicações diversas e auxiliar em diarréias e gastroenterites.

PROPRIEDADES:
Carvão vegetal ativado - Tem propriedade adsorvente, ou seja, poder de unir substâncias à sua superfície, o que lhe permite fixar toxinas bacterianas irritantes e gases. Atua também como protetor de mucosa. Outra função é adsorver diversas substâncias tóxicas ou venenos no trato gastrintestinal. Suas propriedades devem-se à enorme superfície do carvão ativado, o que o torna uma "esponja rígida", fixando as substâncias estranhas. Também tem ação desinfetante e desodorizante.
Zeolita - É um mineral proveniente de Cuba, que possui em sua constituição a clinoptilolita. Além de propriedades semelhantes ao carvão ativado, também apresenta as seguintes funções: alteração da acidose metabólica, através de efeitos na pressão osmótica no lúmen intestinal; adsorção: de ácidos biliares (causa endogênica de diarréia), de aflatoxinas B (micotoxina que produz severa toxicidade) e de glicose em excesso (fator irritante); e aumento do trânsito intestinal.
Caolim - Possui ação adsorvente e de proteção, formando no intestino uma camada protetora sobre a mucosa, impedindo a ação de substâncias irritantes. Ação adsorvente superior ao carvão ativado em relação ao herbicida Paraquat.
Pectina - Tem ação protetora de mucosa e sua decomposição no cólon, realizada por bactérias, fornece um ambiente desfavorável para a flora bacteriana anormal.

MODO DE USAR:
Para ser usado por via oral, diluído em água e administrado através de seringa, ou sonda nasogástrica. Para uso da apresentação sachê em água, diluir cada sachê em 40 mL. O produto também pode ser adicionado aos alimentos.

Em casos de diarréias e gastrinterites:
Eqüideos , bovinos e bubalinos adultos: 200 mL para cada 500 kg de peso vivo, a cada 8 a 12 horas.
Potros, bezerros, ovinos, caprinos e suínos: 80 mL para cada 100 kg de peso vivo, a cada 8 a 12 horas.

Em casos de envenenamentos e intoxicações:
Eqüídeos, bovinos e bubalinos adultos: 400 mL para cada 500 kg de peso vivo, a cada 4 a 6 horas até melhora dos sintomas.
Potros, bezerros, ovinos, caprinos e suínos: 160 mL para cada 100 kg de peso vivo , a cada 4 a 6 horas até melhora dos sintomas.

OBSERVAÇÕES:
1- Mais efetivo quando administrado rapidamente no envenenamento agudo, dentro de 30 minutos após a ingestão.
2-Em animais de estômago simples, a suspensão pode ser utilizada para lavagem gástrica.
As dosagens poderão ser alteradas de acordo com a orientação do Médico Veterinário.

EFEITOS COLATERAIS:
As fezes dos animais tratados podem tornar-se negras devido ao carvão ativado, não representando nenhum problema para a saúde do animal.
Deve ser administrado vagarosamente (via oral ou sonda nasogástrica), durante 15 minutos para prevenir o vômito.
Pode haver ligeira constipação intestinal

CONTRA-INDICAÇÕES:
Administrar outras medicações somente duas horas antes ou depois da administração de Enterex, pois pode ocorrer adsorção de seus componentes, impedindo sua ação.

 

INSTRUÇÕES PARA USO DO FRASCO DE 40 g

1. Preencher o frasco com 100mL de água filtrada ou fervida. Pela abertura, pode-se preencher diretamente ou com o uso da seringa dosadora.
2. Após preenchimento do frasco, tampa-lo e agitar até perfeita homogeneização.
3. Preencher com mais 100mL agitando posteriormente até homogeneizar.
4. Inserir a seringa dosadora no adaptador. Virar o frasco com a base para baixo e fazer a sucção da quantidade desejada.
5. Injetar lentamente na lateral da boca do animal com a cabeça levantada.
6. Após o uso manter o frasco semi-aberto, para que o ar aprisionado possa sair. Só fechá-lo novamente para posterior agitação.

Em nova utilização agitar bem o frasco repetindo as operações 4 e 5.
O produto após a resuspensão deve ser utilizado imediatamente.

 

SEMPRE Informe-se com o fornecedor e fabricante antes de realizar compras.

A Rural Centro Ltda não se responsabiliza pelas informações contidas nesta página.

Rural Centro Mercado. Copyright 2010 Rural Centro. Todos os direitos reservados.